Estreias da Semana

Semana de estreias pouco badaladas e hora de botar os filmes do circuito em dia.
Comer, Rezar, Amar
Adaptação do best seller homônimo, com cara de livro de auto-ajuda, escrito por Elizabeth Gilbert, que conta a história de uma mulher que cansa da vida de casada e resolve fazer uma grande viagem para tentar preencher essa vazio. O papel principal fica nas mãos de Julia Roberts, que ainda conta com a companhia de Javier Barde e a direção por conta de Ryan Murphy, que vem dirigindo capítulos do sucesso da TV “Glee” e “Nip/Tuck”, e ainda tem no currículo o interessante “Correndo com Tesouras”, só corroboram a favor dessa estreia. trailer leia a crítica
London River – Destinos Cruzados
Dirigido pelo mesmo Rachid Bouchareb do recente “Dias de Glória” (que pode ser achado facilmente em qualquer locadora e vale a ida), “London River” conta a história de uma mãe e um pai que saem a procura de seus filhos diante do atentado ao metrô de Londres a alguns anos atrás e acabam descobrindo uma ligação entre os mesmos. O filme conta com a presença de Brenda Blethyn, que recentemente participou do ótimo “Desejo e Reparação”, e de Sotigui Kouyaté, falecido esse ano, mas que levou o Leão de Prata de melhor ator no Festival de Berlim justamente por esse filme. trailer
Eu Matei Minha Mãe
Filme autobiográfico do próprio diretor canadense Xavier Dolan e seus problemas com sua mãe e o fato de ser homossexual. Dirigido por ele antes mesmo de fazer vinte anos, fez sucesso por todos festivais que passou e, assim, já chega por aqui com estatus de cult. trailer
O Sol do Meio- Dia
Produção nacional sobre dois barqueiros do rio Amazonas e um amor em comum, tudo sob a mão sensível de Elliane Caffé, que também fez o sensacional “Narradores de Javé”, e contando com as atuações fortíssimas da dupla Chico Dias e José Carlos Vasconcelos, um trio de razões mais que suficientes para tornar esse filme obrigatório por onde ele passar. trailer
Os Vampiros que se Mordam
Antes de qualquer coisa, é preciso citar o currículo/ficha corrida da dupla de diretores Jason Friedberg e Aaron Seltzer: começando lá atrás com “Uma Comédia Nada Romântica”, indo depois para “Deu a Louca em Hollywood”,  “Os Espartalhões” e “Super-Heróis – A Liga da Injustiça”, portanto, mesmo que a vontade de ver noventa minutos de esculhambação da saga Crepúsculo (e mais do que estiver por perto), vá por sua conta e risco sabendo o que esperar. trailer leia a crítica
Coluna escrita por Vinicius Carlos Viera, do Cinemaqui e que também pode ser seguido por aqui ou por aqui.

1 Pessoas comentaram:

mundo virtual disse...

os vampiros que se mordam,mordam-se de rir o filme é muito bom!!!
valeuuuuu ...

Postar um comentário

Próximas Anteriores Ínicio