Contos do Bolovo - Minha Vó é Viciada em Crepúsculo

Contos do Bolovo é uma nova sessão aqui no blog, escritos pelo Vinicius Vieira os contos irão tratar de assuntos muito bizarros... como nesse caso...


Minha Vó é viciada em Crepúsculo




vó lendo


O entra e sai do pequeno estúdio de tatuagem não impedia ninguém de escutar a conversa entre eu e minha vó.

-Você viu ontem o Solomão Hayala morrendo?

-Vi sim vó, tinha certeza que hoje ia ser “conversa de bar” de um monte de gente e resolvi ver.

-Adorei a cena... eles estão ficando cada vez mais criativos em seus efeitos...

-Não vó, aquela cena, com ele caindo em câmera lenta pela janela é copia de um filme, até a parte do botão... é tudo igualzinho... na verdade nem tanto...

-Ah, é sempre assim, o pessoal da novela tenta copiar o cinema e acaba fazendo besteira...

-Na verdade é pouco mais que isso, tem um problema com o a duração dramática do ato e tudo mais... no cinema eles tem por obrigação fazer esse tempo entre uma reviravolta e outra serem mais concisos, fazer mais sentido... não podem enrolar demais por que senão fica chato...

-Por isso que não tenho mais paciência de ir no cinema, é muito rápido, gosto mesmo é de sentar na frente da TV e ver uma boa novelinha.


-Mas... (por um segundo gelei até o último fio de cabelo, uma marca para o resto da vida precisava ter um significado e não parecia que ele fosse mais ficar claro depois daquilo) mas... os filmes que eu te dei e você falou que tinha adorado?

-Que filmes?

-Aqueles que eu deixei sobre sua mesa, pensei que você ia gostar....

-Não, não vi filme nenhuma, a propósito, Ahh... como é bonita aquela novela que você deixou para mim... é muito bacana agora eles lançarem essas novelas em DVDs...

-... (o zunido da maquina de tatuar foi suficiente para passar por cima de meus pensamentos)

-Aquela novela, daquela moça que gosta do rapazinho que brilha.

-Então, é um filme, e assim, ele é um vampiro vó.

-Não... não, essa não tem nada de vampiros... acho que é O Crepúsculo o nome.

-É só Crepúsculo e é sim, é um vampiro.


-Então você não entendeu nada... vampiros são aqueles monstros que vivem em caixões, que nem aquele Drácula, da Pensilvânia...

-Transilvânia vó...

-Isso, isso... mas de qualquer jeito, vampiros são aqueles que tem os dentões e sugam o sangue dos outros... esse não tomam sangue de ninguém o filme inteiro.

-é que eles são uma espécie de... de (pausa para tentar explicar o inexplicável)... quase como se fossem vampiros vegetarianos...

-O que? Isso não existe... eu sei que você entende desse negócio de cinema, mas você está enganado, vampiro não pode sair durante o dia... e esses ainda por cima brilham...

-Eu sei, mas é que...

-Tá bom então, me diz como que ele não fica com ela logo de cara então? Se ele é um vampiro, como você diz mesmo, ele teria pelo menos beijado ela...

-É que... (mais uma pausa) é como se ele tivesse consciência e não quisesse machucar ela...

-(por um momento minha vó permaneceu no silêncio, talvez refletindo)...Ahhhhh, é por isso que no final tem aquele negócio com o sangue! Pensei que ele estivesse tirando veneno dela, que aquele rapaz de peruca loira tinha colocado para matá-la já que ele também gostava da moça... achei tão bonito isso...

-É isso mesmo vó....você já viu a continuação?

-Lógico, lindo também...

-É então, é aquele rapaz de cabelo comprido que também gosta dela, mas como ele é um lobisomem...

-Lobisomem?

-É, por isso que ele não gosta do outro que é vampiro...

-Lobisomem? Mas se ele é lobisomem, por que ele tem um cachorro de estimação?

-Cachorro?

-É, aquele grande, cada um da família dele tem um...

-Não vó... aqueles são eles...

-Mas parece cachorro, lobisomem anda de pé, eu lembro daquele filme em preto e branco... mas por que raios alguém faria um história assim, com lobisomens e vampiros e uma mocinha no meio apaixonada, pensei que fosse como uma novela, que no final o amigo arrumasse uma outra paixão, e eles se encontrassem com todos em uma festa da casamento mesmo que alguém mais rico que eles tentasse impedir tudo...

-Mas é tudo isso mesmo... depois ainda acontece tudo isso...

-Isso é coisa de novela (por um segunda sua voz começou a se sobrepor ao da maquina de tatuagem)! Filme tem que começar e acabar no mesmo dia, e não ficar enrolando.... esse tal de Crepúsculo então não é ou é um filme?

-Na verdade vó, é uma série de livros...

-E como que alguém consegue escrever tudo isso? Isso é coisa de novela, para passar o tempo, que não precisa pensar, nem ter sentido...

Por um segundo o tatuador parou a maquina e olhou para minha vó esperando para saber o que ela iria querer fazer com o “TEAM JAC” em suas costas enrugadas, esperando ou não pelo “OB”.... talvez fosse tarde demais.

*imagens meramente ilustrativas, essa daí não é minha vó.

1 Pessoas comentaram:

Anônimo disse...

os idosos são a voz da verdade...

Postar um comentário

Próximas Anteriores Ínicio